Dado Dolabella poderá deixar prisão na próxima sexta, mesmo com nova decisão da justiça

Após confirmar separação, Marco Luque faz desabafo em sua rede social e pede respeito ao seu momento
3 de abril de 2018
Chris Brown é flagrado segurando mulher pelo pescoço em festa
3 de abril de 2018

Nova determinação da Justiça não restringe liberdade do ator

Divulgação/Polícia Civil

Dado Dolabella poderá deixar o 33º Distrito Policial de Pirituba, zona oeste de São Paulo, na próxima sexta-feira, 6, data em que completará 60 dias preso por não pagamento de pensão alimentícia do filho que teve com Fabiana Vasconcelos Neves.

De acordo com o “Uol”, a nova determinação da Justiça não restringe a liberdade do músico, e ele poderá ser solto assim que o primeiro mandado vencer.

No mês passado, Dado sofreu um novo revés da Justiça. De acordo com a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública), existe um mandado de prisão em regime aberto, expedido pelo 3º Juizado de Violência Doméstica de Jacarepaguá, no Rio, chegou ao 33º DP. Mas, já a nova determinação da Justiça não restringe sua liberdade, Dado será solto assim que o primeiro mandado vencer.

A 1ª Vara da Família, da Barra da Tijuca, do Rio de Janeiro, determinou que o famoso fosse detido no dia 6 de fevereiro por dever aproximadamente R$ 196 mil de pensão.

O ator está em uma carceragem com outros 41 homens que cometeram o mesmo crime. Ainda de acordo com a publicação, Dolabella tem comportamento tranquilo, não tem regalias e assumiu a função de ‘porta-voz’ entre os presos, carcereiros e advogados.

Mãe do ator, a atriz Pepita Rodrigues diz que o filho, que é vegano, está conseguindo se alimentar adequadamente e tem, inclusive, incentivado outros presos com seu estilo de vida.

Mesmo sendo solto, Dado pode ter a situação complicada caso ele continuar a dever a pensão ao filho. De acordo com a advogada Priscila Corrêa da Fonseca, especialista ouvida pelo UOL, ele pode ter bens e a conta bancária penhorado. Se ainda assim a Justiça não conseguir sanar a dívida, uma nova prisão pode ser decretada. “Se ele não tem rendimento líquido, é autônomo, a solução é a prisão como forma de forçá-lo a pagar”, afirmou a advogada. Dado já declarou não ter condições de pagar o valor devido.

 

 

Fonte: tvefamosos.uol.com.br