Érico Brás fala sobre desigualdade racial no meio artístico: ‘Os negros estão patrocinando filmes de brancos que eles estão fora’

The Rock abre o jogo sobre briga com Vin Diesel e não confirma volta a ‘Velozes e Furiosos’
5 de abril de 2018
Em breve estarei curado’, diz Mr. Catra sobre luta contra câncer
5 de abril de 2018

Artista Baiano sente desigualdade social e racial e desabafa

Érico Brás e Adriana Lessa (Foto: Reprodução)

Os atores Érico Brás e Adriana Lessa estiveram no Morning Show da Rádio Jovem Pan nesta segunda (02) e falaram sobre diversos assuntos.

Érico foi questionado sobre a desigualdade social no meio artístico. “A gente ainda precisa avançar muito. A gente vive em um país racista, que não quer se considerar racista. Isso é um grande problema. Isso atrapalha a economia e uma série de coisas no nosso país. A TV brasileira vem caminhando para um avanço, fruto de uma série de lutas do movimento negro e de outros movimentos sociais. Mas eu acho que ainda falta espaço, porque nós somos a maioria da população”, opinou.

“Por exemplo, a Ancine levantou agora o resultado dos editais, e 98% dos filmes produzidos no Brasil são feitos por brancos, e isso entra numa grande contradição, porque se a maioria da população brasileira é negra que paga o imposto e a Ancine faz filmes com dinheiro público, os negros estão patrocinando filmes de brancos que eles estão fora. Está errado”, declarou ele.

 “Existe um grande vácuo nas produções do audiovisual brasileiro, no teatro também né? Até porque as grandes produtoras não são de negros. A gente precisa mudar ainda mais e acelerar esse processo de mudança, porque é fato”, concluiu. Adriana Lessa concordou com o colega de profissão.
Fonte: Vinícius Carvalho