Famosos e intelectuais repercutem morte da vereadora Marielle Franco, no Rio

Casa de Salvador para youtubers é inaugurada e já inicia gravações
16 de março de 2018
Ana Hickmann usa spray de cabelo para camuflar celulite
16 de março de 2018

‘Sua voz ecoará em nós. Gritemos’, disse Elza Soares

Famosos e intelectuais usaram as redes sociais para repercutir e lamentar a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), de 38 anos. A ativista foi assassinada a tiros na noite desta quarta-feira (14), no Rio de Janeiro. A principal linha de investigação da Divisão de Homicídios, responsável pelas apurações, é de execução. O motorista que estava com ela, Anderson Pedro Gomes, também foi morto na ação.

Marielle Franco tinha 38 anos e se apresentava como “mulher, negra, mãe e cria da favela da Maré”. Ela foi a quinta mais votada da cidade nas eleições de 2016, com 46.502 votos, em sua primeira disputa eleitoral.

Caetano Veloso publicou uma homenagem em forma de música. Em vídeo, o cantor interpretou sua música “Estou Triste”. No texto, usou as hashtags “Luto por Marielle” e “Marielle Presente”.

Políticos, governos, partidos e entidades lamentam morte da vereadora Marielle Franco

A cantora Teresa Cristina também prestou homenagem à Marielle. “Difícil pensar alguma coisa nesse momento de tanta dor. Que os familiares de Marielle Franco encontrem algum conforto diante de tamanha brutalidade”.

O mesmo fez a atriz Mônica Iozzi. Em seu post, ela contou que conhecia Marielle. “Ela lutava pela paz, por oportunidades iguais para todos. Denunciava a corrupção na câmara, na polícia…”, escreveu.

Os atores Debora Bloch, Mateus Solano, Fabiana Karla e Julia Konrad, o cantor Emicida, a jornalista Carol Barcellos, a cantora Elza Soares, entre outros tantos artistas e intelectuais, também se manifestaram nas redes sociais e convidaram para alguns atos de manifesto que vão acontecer em todo o Brasil.

Fonte: g1.globo.com