Ivete Sangalo foi a artista que mais obteve espaço na mídia televisiva

Ingressos para turnê de 30 anos do Skank já estão à venda
26 de fevereiro de 2020
‘Ela Não Quer Guerra com Ninguém’ é eleita Música do Carnaval 2020 pelo iBahia
26 de fevereiro de 2020

Ivete Sangalo foi a artista que mais obteve espaço na mídia televisiva

Como acontece todos os anos, assim que acaba o Carnaval, o jornalista Luiz Claudio Garrido divulga o ranking dos artistas, blocos  que mais obtiveram espaços na mídia televisiva, E em 2020 só deu Ivete Sangalo (que ganhou o Bahia Folia TV Bahia) como a melhor música do Carnaval, “O Mundo Vai” brilhou fortemente. Além da figura da artista, todas as estruturas ligadas a ela – Camarote Veveta e Bloco Coruja – foram as atrações que mais espaço e atenção obtiveram da mídia televisiva entre os dias 20 e 25 de fevereiro nos noticiários e transmissões ao vivo do Carnaval 2020, segundo levantamento realizado pela empresa de pesquisa MidiaClip.

A cantora ocupou mais de 19 horas somadas de exposição, sendo seguida por Cláudia Leitte (12h42min) e Bell Marques (12h12min) no ranking dos artistas mais falados e comentados do Carnaval 2020. O Camarote Veveta, que estreou este ano, foi o que obteve maior projeção nas transmissões com mais de sete horas de veiculação; seguido pelo Planeta Band (mais de três horas) e Mirante do Gigante (mais de duas horas).

Entre os blocos de corda o Corujas obteve o melhor desempenho midiático (mais de 12 horas), seguido de As Muquiranas (mais de oito horas) e Camaleão (mais de seis horas). Apenas no quesito música mais executada do Carnaval, Ivete ficou em terceiro (O Mundo Vai somou 48 execuções), sendo ultrapassada por Léo Santana (Contatinho, 63 execuções captadas) e Psirico (Tá quente, 60 execuções).

Na categoria bloco afro e afoxé, o destaque ficou com o Olodum (mais de sete horas de exibição), seguido pelo Ilê Aiyê com mais de quatro horas e Filhos de Gandhy (mais de três horas). Esta pesquisa é realizada há 17 anos e tem como objetivo medir os resultados dos esforços de marketing e midia espontânea de todas as atrações do Carnaval.

“Este ano utilizamos inteligência artificial para aferir os números”, afirma o responsável pela metodologia da pesquisa, jornalista Luís Cláudio Garrido. “Ganhamos em rapidez e assertividade. É a primeira vez que a inteligência artificial entra na pesquisa do Carnaval de Salvador”.

Caso toda a exposição de Ivete fosse transformada em investimento publicitário as marcas associadas a ela teriam que desembolsar nada menos que R$ 42,5 milhões em propaganda paga. O mesmo aconteceria com Cláudia Leitte (R$ 20,7 milhões) ou Bell Marques (R$ 25,3 milhões), por exemplo. “A diferença entre tempo e valor de medição comercial está associado ao horário em que cada atração aparece na TV, de maior ou menor audiência”, explica Garrido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *